top of page
  • Foto do escritorJardim das Borboletas Transcendentes

Práticas Inspiradas no Reiki para Amor Próprio

Atualizado: 26 de abr.


Passar um tempo focado em si mesmo é um ato de amor próprio que pode ajudá-lo a calibrar sua energia e seu coração, trazendo uma sensação de calma, paz e amor.

A energia está ao nosso redor, com o poder de mudar completamente como nos sentimos - incluindo sentimentos de felicidade, alegria, tristeza, dor e até amor próprio. Com origens ligadas ao amor divino, a prática energética chamada Reiki pode ajudar a inspirar uma sensação de equilíbrio que nos deixa em paz, contentes e harmoniosos com nós mesmos e com o mundo ao nosso redor.

Mais à frente, contatamos dois mestres de Reiki certificados para aprender mais sobre essa forma de cura energética e como algumas de suas práticas podem ajudar a fornecer acesso a um maior amor próprio.


O que é Reiki?


O Reiki é uma forma de cura energética que utiliza a Energia da Força Vital Universal – também chamada de qi, prana ou mana – para trazer as energias de volta ao alinhamento. “Com a prática consciente e consistente, o Reiki ajudará a curar desequilíbrios que vão do físico ao emocional e espiritual”, diz Carla Contreras , mestre de Reiki e professora de meditação. “É uma abordagem holística para o bem-estar e envolve a cura de dentro para fora”, acrescenta ela.

A prática tem raízes no Japão e acredita-se estar ligada ao amor divino. Também trabalha com o sistema de chakras para ajudar a promover uma recalibração da energia. “Os chakras absorvem e liberam energia e atuam como portais para diferentes níveis de consciência e cura”, explica Contreras.


Como acessar o Reiki e a cura energética


A beleza do Reiki e da cura energética em geral é que todos podemos acessá-lo porque somos todos seres energéticos. Enquanto os praticantes que praticam Reiki profissionalmente são treinados e sintonizados com o método, todos podem acessar suas próprias conexões de Reiki. “Primeiro, seria preciso estar ciente de sua própria energia e corpo, pois estão interligados”, diz Nicholas Pepe, Mestre em Reiki certificado e palestrante com 12 anos de experiência. Aqueles que não estão sintonizados com o Reiki podem acessar esse nível de consciência por meio da meditação, que ajuda a fortalecer a conexão mente-corpo e trazer novos níveis de consciência. Você também pode fazer isso através da respiração. “Conectar-se e tomar consciência de sua respiração é uma forma de estar no momento presente”, diz Contreras. “Enquanto inspira, observe como se sente quando o ar entra em suas narinas. Ao expirar, observe como você se sente quando o ar sai de suas narinas.” Ela adiciona.

Respirar intencionalmente e cultivar um senso de consciência de como sua energia se move e muda através de seu corpo pode ajudá-lo a capturar a essência do Reiki e da cura energética.


Práticas de Reiki para cultivar o amor próprio


Como o Reiki está enraizado no amor divino, algumas de suas práticas podem ajudar a cultivar o amor próprio. No Reiki, existem preceitos chamados de Gokai (ou “regras de conduta) que tratam da prática de bondade amorosa consigo mesmo e com os outros diariamente. Para uma prática infundida de Reiki profundamente nutritiva para o amor próprio, Contreras recomenda recitar esses preceitos do Reiki diariamente para si mesmo. Eles são:


Só por hoje, não sentirei raiva.

Só por hoje, não vou me preocupar.

Eu aprecio tudo e agradeço.

Eu incorporo os ensinamentos em ação.

Sou gentil comigo mesmo e com os outros seres.


Quando você precisa de um impulso extra de amor, Conteras diz para “colocar as mãos em uma pose de oração tradicional e esfregá-las vigorosamente até sentir o calor”. Quando as mãos estiverem quentes, coloque as palmas no coração ou sobre os olhos. “Respire fundo algumas vezes inspirando pelo nariz e expirando pela boca e sinta o amor por si mesmo, por seus amigos e familiares ou pelo mundo”, explica ela.


Outra maneira de praticar o Reiki para o amor próprio é através da visualização. Para esta prática, Contreras diz para sentar, levantar ou deitar com a coluna longa. “Feche os olhos e imagine que a energia da luz branca cheia de amor está viajando da base da sua coluna até o topo da sua cabeça”, explica ela. Repita esta varredura corporal quantas vezes quiser para se sentir infundido com a energia do amor. Quando estiver pronto, respire profundamente algumas vezes e volte suavemente ao seu espaço, mexendo os dedos dos pés e abrindo os olhos suavemente.


Pepe recomenda uma bela prática do chakra do terceiro olho que libera energia estagnada e ajuda você a ver com mais clareza “para que sua visão do mundo não seja distorcida por percepções não curadas, processos de pensamento e detritos energéticos”. Para esta prática, simplesmente pegue dois dedos - o indicador e o dedo médio - e coloque-os na testa, entre o osso da sobrancelha. “Coloque-os em seu Terceiro Olho por no mínimo cinco minutos, concentrando a energia no Terceiro Olho, estabelecendo a intenção de limpar, liberar e curar qualquer coisa que não seja do seu maior bem de cura”, explica ele.


A água também é profundamente curativa e pode ajudar a liberar energia. Para utilizar seu poder de cura, prepare um banho cheio de relaxantes sais de Epsom e revigorantes óleos essenciais. Enquanto a água está enchendo, defina a intenção de que ela absorva tudo o que não está mais lhe servindo energeticamente e leve essa energia com ela quando escoar da banheira. Essa prática não apenas ajuda a promover sentimentos de amor próprio por meio do autocuidado relaxante, mas também ajuda a reequilibrar sua energia e a redefinir seu sistema nervoso.


Não importa qual prática você tente, passar um tempo focado em si mesmo é um ato de amor próprio que pode ajudá-lo a calibrar sua energia e seu coração, trazendo uma sensação de calma, paz e amor.


Jessie Quinn

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page